Categoria: Ubuntu

Coloque o Ubuntu para rodar num pen drive facilmente

Publicado em 10/11/2008 • Linux, Ubuntu4 comentários »

por Marcos Elias, publicado também no GdH

Gravar o Ubuntu ou seus variantes oficiais num pen drive nunca foi tão fácil. O USB-Creator cuida da tarefa, com um assistente fácil de usar. Ter uma distro num pen drive é um recurso importante para quem vive mexendo em outros computadores, além da grande portabilidade proporcionada.

Você precisa da imagem ISO do sistema (ou do CD), que pode ser baixada de graça no site do Ubuntu (ou Kubuntu, Xubuntu, etc), e do usb-creator. O usb-creator já vem no Ubuntu 8.10, mas pode ser baixado e instalado no 8.04. Em breve deverá sair também uma versão para Windows e uma baseada em Qt.

Basicamente basta conectar o pen drive, apontar a imagem ISO e clicar num botão :) Ele faz praticamente tudo sozinho, salvo algumas poucas observações. Você pode definir se quer que os dados modificados no sistema sejam gravados no pen drive, ou se eles deverão ser descartados - assim como ao rodar a partir de um liveCD.

Leia mais num breve artigo publicado num blog dedicado ao Xubuntu (em inglês):

http://xubuntublog.wordpress.com/2008/11/07/ubuntu-from-your-flash-drive-easier-than-ever-before/

Como atualizar do Ubuntu 8.04 para o novo 8.10

Publicado em 30/10/2008 • Linux, UbuntuPostar comentário »

por Marcos Elias

Saiu hoje o Ubuntu 8.10. Quem tem o Ubuntu 8.04 instalado e quer atualizar, saiba que é fácil, mas o 8.10 não aparece diretamente nas atualizações, porque o 8.04 é uma versão com longo tempo de suporte - que receberá atualizações e correções de segurança por mais tempo do que o novo 8.10 Intrepid Ibex. Por padrão, atualizações para o 8.04 são atualizações de pacotes ou de segurança, mas uma nova versão, só quando sair uma nova LTS.

Nesta página tem as instruções (em inglês) para a atualização:

http://www.ubuntu.com/getubuntu/upgrading

Problemas com alguns aplicativos e drivers (especialmente proprietários) podem ocorrer, geralmente é recomendável fazer uma nova instalação, assim como no mundo do Windows.

Todavia, para quem queira...

Abra o gerenciamento de canais de software (Sistema > Administração > Canais de Software), e na aba Atualizações, lá embaixo, em "Atualização de lançamento", escolha "Versões normais" (no 8.04 virá marcado apenas para as versões de longo tempo de suporte). Veja:

Feche a janela no Fechar.

Abra o Gerenciador de Atualizações, no menu Sistema > Administração > Gerenciador de Atualizações. Vai aparecer que uma nova versão está disponível, com um botão "Atualizar" ao lado. Clique nele:

A partir daí, boa sorte :)

Outra forma de instalar a atualização é a partir de um CD Alternate, aquele que serve para instalar o Ubuntu, sem rodar como liveCD. Você pode baixar o CD no site do Ubuntu de forma mais tranqüila (podendo usar gerenciadores de download, pausando o download ou aproveitando melhor a conexão, por exemplo), e depois instalar a atualização offline a partir do CD.

Você pode montar a imagem ISO numa pasta ou gravar o CD. Ao inserir no drive, ele deverá reconhecer e perguntar se você quer fazer a atualização. Caso não pergunte, com o CD alternate da versão mais nova no drive, digite no Executar (Alt + F2):

gksu "sh /cdrom/cdromupgrade"

ou kdesudo "sh /cdrom/cdromupgrade", se estiver usando o KDE. Troque as aspas por aspas retas (coisa do maldito Wordpress aqui), além de colocar o ponto de montagem do cdrom no seu sistema, que obviamente pode ser outro.

Para a versão Server (servidor) os passos são outros, no link que coloquei mais acima há mais informações.

Depois de atualizar, provavelmente ele vai desativar os repositórios restritos, então você deverá ativá-los novamente se quiser instalar algum software disponível neles (como codecs).

Lançado Ubuntu 8.10, com Gnome 2.24 e mais novidades

Publicado em 30/10/2008 • Linux, Gnome, Notícia, Ubuntu3 comentários »

por Marcos Elias, pubicado também no GdH

Chegou hoje o Ubuntu 8.10, tão esperado para muitos. O Ubuntu, distro mais popular ultimamente, vem mantendo seu ritmo de ter uma nova versão estável a cada 6 meses.

Esta versão tem um tempo de suporte de 18 meses, tanto em desktops como servidores. Para quem quer algo mais estável, com tempo de suporte maior, a Canonical recomenda continuar usando o Ubuntu 8.04 LTS.

O Ubuntu 8.10 traz grandes atualizações. Destacam-se:

  • Suporte a 3G e configuração mais fácil de redes Wi-Fi.
  • Ferramenta para gravar o Ubuntu num pen drive ou outro dispositivo USB.
  • Sessões de convidados, recurso que permite que outra pessoa use o sistema sem precisar ter uma conta de usuário; nesse modo, as alterações não são salvas, trazendo segurança aos arquivos do computador.
  • GNOME 2.24, ambiente GNOME atualizado. A nova versão do GNOME traz um novo mensageiro instantâneo, um gerenciador de tempo, melhorias no gerenciador de arquivos Nautilus e recursos aprimorados para uso com vários monitores.

Veja uma lista de novos recursos na divulgação oficial:

http://www.ubuntu.com/news/ubuntu-8.10-desktop
http://www.ubuntu.com/news/ubuntu-8.10-server

Além do Ubuntu original (com GNOME) há os variantes oficiais, veja mais sobre eles em:

http://kubuntu.org/news/8.10-release
http://xubuntu.org/news/intrepid/release
http://ubuntustudio.org/8-10_release_note

O download pode ser feito nos diversos mirrors listados no site oficial.

Como a versão anterior, 8.04, é uma versão com longo tempo de suporte, ela não será atualizada para a nova. Quem quiser deverá atualizar o sistema manualmente, há instruções neste link.

Se der ânimo vou fazer um remaster público dele com codecs e algumas aplicações úteis. Eu ia fazer do 8.04, até fiz mas não divulguei, pois já estava para sair o 8.10.

Erro Spawning Session no Virtual Box no Linux

Publicado em 24/10/2008 • Linux, VMware, máquinas virtuais, Ubuntu4 comentários »

por Marcos Elias

Você usa o VirtualBox no Linux normalmente, mas depois de uma atualização do kernel ele fica doido, não abre mais nada, insistindo numa tela "spawning session" e não sai disso, sem abrir máquina virtual nenhuma (clique para ver melhor):

O que aconteceu? Provavelmente é porque o kernel foi atualizado, e o módulo do VirtualBox precisa ser atualizado também. Calma, é moleza. Feche o VirtualBox, se necessário dê um xkill nele. Rode o comando abaixo como root:

/etc/init.d/vboxdrv setup

Se for um user normal, coloque sudo na frente do comando, rodando num terminal. Aguarde a conclusão da geração do módulo. Reabra o VirtualBox, e veja... Deverá funcionar :)

Isso pode acontecer depois de um apt-get upgrade, por exemplo. Aqui passei por isso no Ubuntu. O modo de configurar o serviço pode variar de distro para distro.

Se esse método não funcionar... Apele para outras alternativas, como tentar desinstalar e instalar novamente o VirtualBox.

Ferramentas para modificar o CD do Ubuntu: APTonCD, RemasterSys e Reconstructor

Publicado em 23/10/2008 • geek, Linux, UbuntuPostar comentário »

por Marcos Elias

O APTonCD lembra o Kokar do Kurumin, ele permite agrupar num CD (ou DVD, ou em vários discos) pacotes de programas, e depois instalá-los sem precisar baixar da Internet. Serve tanto para passar programas para amigos como para instalar tudo em outros computadores, ou no seu mesmo, caso precise formatar ou reinstalar tudo de novo. Os discos gerados serão usados depois como um repositório de pacotes, e ele pode também gerar um pacotão que instala tudo de uma vez.
Página do APTonCD:
http://aptoncd.sourceforge.net/

Já soluções para gerar um novo CD instalável ou mesmo liveCD, não faltam. Há várias ferramentas para Ubuntu que permitem remasterizar o sistema, sem precisar mexer muito com a linha de comando. Quase sempre são scripts (shell script ou usando outras linguagens, como Python), que automatizam a criação de um CD personalizado. As duas ferramentas talvez mais famosas são o Remastersys e o Reconstructor.

Esses dias escrevi um texto para o Guia do Hardware sobre remasterização do Ubuntu com o Remastersys (veja aqui). O Remastersys é cômodo e fácil, apesar de ter alguns probleminhas, todos eles altamente contornáveis. Ele permite gerar um liveCD do Ubuntu ou alguns derivados, a partir de uma instalação existente do Ubuntu. Não tem coisa mais fácil: instale o sistema, configure como quiser, instale pacotes, remova coisas, etc. Ele gera um liveCD que reflete o seu sistema atual, sem embutir seus arquivos pessoais - a menos que você queira. É uma mão na roda para quem vive reinstalando tudo ou precisa de backups. Originalmente ele foi criado para fazer backup do sistema todo, função que permanece utilizável.
Página do RemasterSys:
http://www.remastersys.klikit-linux.com/

Uma outra ferramenta para remasterização do Ubuntu é o Reconstructor. Ainda estou para escrever mais sobre ele. Ele não usa uma instalação existente como base, mas sim um CD. Extraídos os arquivos de um liveCD (ou mesmo do alternate, o CD instalável) do Ubuntu, ele permite adicionar ou remover cosias facilmente. Uma interface facilita a adição ou remoção de pacotes, podendo usar "módulos" próprios para ele, ou então diretamente pelo apt-get, abrindo um terminal para modificar o CD (usando o chroot, montado no sistema extraído no HD). Ele facilita a troca do tema do GNOME, papel de parede, tela de boot e do gerenciador de login. De qualquer forma, antes de gerar o CD você pode adicionar ou remover coisas diretamente nas pastas do sistema, assim como editar os arquivos de configuração desejados.
Página do Reconstructor:
http://reconstructor.aperantis.com/

Em alguns remasters que fiz, percebi que o teclado ficou desconfigurado, estranho, durante o uso do remaster. Talvez eu tenha alterado algo que não devia, ou também pode ser bug dos scripts de remasterização que não alteraram direito algum arquivo de configuração. Todavia os scripts são atualizados freqüentemente, e o layout de teclado pode ser alterado depois.

Ferramentas assim atuam como os nLite ou vLite para Windows, só que aqui para Linux, o que é mais fácil por ser algo aberto.