Categoria: dinheiro

Ganhar dinheiro com blogs é fácil com o Gama Virtual

por Marcos Elias

Post semi-patrocinado, mas é útil para blogueiros :)

Um bom site para ganhar dinheiro com sites e blogs é o Gama Virtual.

Diferente do AdSense, Click Afiliados, UOL Afiliados e outros, ele trata de campanhas com anunciantes diretamente. Você escolhe, entre os anúncios disponíveis, aqueles que quer divulgar no seu site.

Ele tem várias campanhas que pagam por ação, o que pode parecer desvantagem perto de sistemas que pagam por clique (CPC). Na modalidade CPA (Custo por Ação) o pagamento é contabilizado quando o visitante além de clicar, efetuar algum cadastro ou comprar alguma coisa.

Entre as campanhas estão muitos sites de jogos e wallpapers para celular, o que não gosto por ser um pouco anti-ético. Mas tem outras campanhas mais "justas" nas divulgações também. As campanhas variam, o ruim ao longo do tempo é que você precisa ficar atento aos emails que eles mandam, comentando ativações ou desativações de novos anunciantes. Em geral dá para trabalhar bem, tendo várias semanas para cada campanha, algumas duram por meses e mais meses sem que você precise trocar o código.

Para receber é necessário enviar um recibo, moleza, eles dão um modelo para preencher.

Cadastre-se aqui e ganhe mais dinheiro com seu site ou blog :)

E também pagam 3% dos ganhos dos seus indicados.

Não deixe de ver uma lista com outros programas de afiliados.

Promoção: R$ 80 para anunciar no AdWords do Google

Publicado em 26/01/2009 • Web, blog, webmaster, Google, Ganhar dinheiro, SEM, dinheiro1 comentário »

por Marcos Elias

Sei que devo dicas de SEM para um pessoal que conversei outro dia, mas elas virão, rs.

O Google está disponibilizando cupons grátis para anunciar no AdWords, sua rede de anúncios pagos. São R$ 80 conto de graça pra usar, se não gostar você pode cancelar seus anúncios quando acabarem os créditos. Na verdade são R$ 60, pois há uma taxa de R$ 20 não reembolsável para garantir que o anunciante tem interesse e não está brincando, é uma taxa de inscrição. A oferta é para editores que usam o AdSense.

Anunciar no AdWords do Google é muito bom porque:

- Você aparece destacado nas buscas, seja acima ou à direita.
- Você pode aparecer em destaque mesmo que seu site não seja otimizado para SEO.
- Você pode aparecer em muitos sites que usam a rede do AdSense, há vários temas!
- Pode personalizar a localização por canais geográficos ou palavras chave...

Recomendo ver este artigo meu também, para começar a anunciar:

Introdução a SEM - Search Engine Marketing e Google AdWords

Você deverá pagar via boleto ou cartão de crédito. Caso opte por cartão, não precisará pagar nada na hora, basta ficar atento acompanhando as campanhas, pois após acabar o crédito do cupom, o valor excedente será cobrado no cartão internacional. Pouco antes de acabarem os créditos, basta pausar ou cancelar as campanhas, caso não queira continuar.

Anunciar no AdWords é, sem querer fazer propaganda (nem ganho nada para isso), muito bom e melhor do que anunciar de outras formas. Não substitui outros tipos de anúncios, mas você começa a ter resultados imediatos (acessos, pelo menos) e só paga quando o visitante vai pro seu site (exceto se criar campanhas pagando por visualização). Pagando por clique (valor mínimo de R$ 0,01) seu anúncio pode aparecer em um, 100 ou 10 mil sites, mas só será cobrado por cada clique, cada acesso realmente.

Link do formulário para inscrição:

https://spreadsheets.google.com/viewform?key=pOjKRQhY3o2K4g2SzrTNzdw

Veja mais sobre o cupom (promo code) no blog do AdSense em português:
http://adsense-pt.blogspot.com/2009/01/o-seu-site-famoso-e-uma-promoo-especial.html

A promoção é válida até dia 30 de junho de 2009, mas a quantidade de cupons é limitada - corra!

Ah, uma pequena grande observação: a oferta é válida somente para novos anunciantes, que não podem ter uma conta ativa do AdWords. Outro requisito destacado no blog, é obrigatório ter uma conta AdSense. Acho que até dá para fazer e esperar o site ser aprovado, caso você não tenha, e então depois se inscrever para receber o cupom. E claro, deve ainda ser proprietário(a) do site que será anunciado.

Só esclarecendo, SEO e SEM são duas coisas diferentes:

SEO = Search Engine Optimization, Otimização para mecanismos de busca.
SEM = Search Engine Marketing, Marketing em sites de busca, trata de links patrocinados em buscadores (links pagos para aparecer destacado).

SEM no Google não afeta a neutralidade das buscas, pois a posição dos resultados de pesquisa não é comprada. Os links pagos aparecem destacados e não na listagem comum.

Ah, aproveitando, o Google de Portugal está dando 50 euros (menos uma taxinha de inscrição também). Veja no Blog do Custódio.

EGrana aumenta remuneração CPM dos banners e pop-ups

Publicado em 22/01/2009 • Ganhar dinheiro, dinheiro3 comentários »

por Marcos Elias

Novidades no programa de afiliados do EGrana: aumentaram os valores, e estão desativando o flutuante.

Pagarão R$ 2,00 por mil impressões do pop-under/pop-up (CPM), e R$ 0,40 por mil impressões do banner 468x60.

O pop-under renderia mais, porém na prática não ocorre isso em muitos sites. Simples: praticamente todos os navegadores atuais têm bloqueadores de pop-ups integrados ou nativos. Com isso, a janelinha não é aberta, não sendo contabilizada e muito menos remunerada.

Se você tem site ou blog, quer ganhar dinheiro por impressões com ele e não conhece o EGrana ainda, cadastre-se aqui. O bom de pagarem por exibição é que não depende de os visitantes clicarem, e muito menos comprarem algo.

Dica: veja outros programas de afiliados que uso ou conheço, para ganhar dinheiro na internet. Destaque para o Megabônus, quem tem site ou blog pode conseguir diversos indicados em vários níveis e ganhar muito mais dinheiro.

Críticas ao Bradesco: um dos piores bancos, com suas altas taxas

Publicado em 20/01/2009 • Críticas, Opinião, dinheiro8 comentários »

por Marcos Elias

Atualizado em 23/01/09@20:43

Pessoas jurídicas com conta no Bradesco têm reclamado de um absurdo recente: o Bradesco está cobrando uma taxa por cada transferência de dinheiro que entra (isso mesmo, que entra, não que sai).

Diversas empresas estão assim encerrando suas contas com o Bradesco, caso da ITM Networks (da qual sou um afiliado e cliente de registro de domínios).

Segundo alguns contatos (não comprovei, não tenho conta no Bradesco) eles passaram a cobrar uma taxa de R$ 1,50 por cada transferência. Se um cliente depositar R$ 10 na conta, a empresa correntista ficaria com R$ 8,50. Poxa vida, nem o PagSeguro (que terceiriza pagamentos) cobra uma taxa tão cara assim por recebimento!

O absurdo do absurdo é que se o cliente depositar algo como R$ 1,00, a empresa ainda ficaria devendo R$ 0,50 para o banco. Inaceitável!

Se você foi afetado, sugiro protestar! Um bom lugar para isso é o site Reclame Aqui (www.reclameaqui.com.br).

Junto com outras reclamações de amigos, colegas, parceiros e pesquisando na Internet, o Bradesco se mostra um dos bancos menos amigáveis, algo que eu passo a não recomendar.

Quase todos os bancos são iguais, mas alguns abusos acima da média são inaceitáveis (não que os outros não sejam).

Segue abaixo um email enviado pela ITM Networks aos clientes:

Prezado Cliente.

Informamos que estamos encerrando nossa conta bancária com o banco BRADESCO S/A.

Todas as faturas com vencimento a partir de 01/fev/2009 nao terão mais a opcao de pagamento via depósito ou transferencia para o banco Bradesco S/A ou agencia de correios.

Mas fique tranquilo, existem inumeras outras opções de pagamento como: Depósito ou Transferencia para os bancos ITAU, CEF e BB; boleto bancario pago em qq banco até o vencimento; Depósito em Casa Lotérica e Cartao de Credito Internacional Visa, MasterCard e Amex.

O motivo pelo qual a ITM NETWORKS não vai trabalhar mais com o banco BRADESCO é pq eles inventaram novas taxas que não são admitíveis como por exemplo:

- Taxa por dinheiro recebido (eles chamam de Tarifa Transferencia Valor): Cada deposito ou transferencia q recebermos em nossa conta, o banco BRADESCO cobra uma taxa de R$ 1,50 , isso mesmo, se vc que é cliente da ITMNETWORKS e efetuar um depósito simples de R$ 11,50 na nossa conta em dinheiro na boca do caixa, a ITMNETWORKS recebe apenas R$ 10,00 , outro exemplo absurdo: se vc acessar seu bankline Bradesco e transferir da sua conta Bradesco para nossa conta Bradesco o valor de R$ 1,00 , além de não recebermos o R$ 1,00 vamos passar a dever para o bradesco R$ 0,50. A Taxa de R$ 1,50 fica escondida, não da para ver, aparece em um montante chamado Tarifa Transferencia Valor. Esta tarifa é para os clientes PJ no recebimendo de qq valor, desde R$ 0,01 até o infinito.

Fora o aumento das taxas e novas taxas que começaram a serem cobradas em 2009 que sao absurdas.

Somando as taxas, a ITM NETWORKS contabilizou em alguns dias, mais de R$ 5.000,00 em taxas bancárias pagas para o Bradesco.

Sendo assim, bye bye Bradesco.

Se vc é cliente do BRADESCO: Abra o olho, some o q vc paga de taxas e veja que o mercado oferece outras opcoes, consulte os bancos: ITAU, CEF ou BB mais proximos de vc.

Devido esse absurdo, estamos encerrando nossa conta com o Bradesco com esta indignação.

Um outro caso também de PJ bastante prejudicada:

bradesco taxas mais que absivas...
Temos uma empresa de internet manda larga com mais de 150 clientes e todo mes faço emissaõ de boletos bancario a eles.,com o banco bradesco.Tenho o programa do banco onde imprimo os bolrtos e emito a remessa,onde paga 3,20 de taxa por cada boleto,voceis ac reditam que em cada boleto pago pelo cliente ainda to me cobrando mais 2 reais e meu extrato vem assimtaxa cobrada qdo do registro boleto.....e ai? ah e tem mais qdo passa da data do vencimento fica pior me cobram 4 reais e vem assim taxa de cobrança por titulo pago vencido é um absurdo....e os jurinhos que recebo desse bolet pago com atraso pelo meu cliente não da para pagar a taxa ilegal que o banco debita na minha conta....fui ao banco pedir explicaçoes falaram falarm...e nem eles sabem qta taxa...mas continuam cobrando que é pior nossa conta é juridica e vou transferi-la de banco mas gostaria que o bradesco me desse mais atençao e visse com carinho meu caso...ando muito nervosa e insatisfeita com eles e to pensando seriamente em entrar em contato com as redes de TELECOMUNICAÇÕES tipo JORNAL NACIONAL REGIONAL ,pois provo tudo que to falando.Tenho todos os extratos desde abril qdo me convenceram a abrir essa conta juridica para obter o programa de emissão de boletos ....to muito arrependita.Para começar ninguem aqui do banco sabia com funncionava o programa não tinha funcionários p isso e acredita que o 0800 deles não fala regiona só capitai metropolitanas gastei mais de 80 reais com celular para falar em Bauru absudo é uma máfia legalizada...ha e mais tenho um cartão que nunca recebi e taõ debitando 10 reais ~de anuidade do cartão desde junho.....ETA CARTÃOZINHO CARO HEINNNN ....enfim esse banco é o pior.....taxas taxas ah e se vc sacar algum dinheiro no caixa dentro do banco....outra taxa de ex...do t=limite de retirada O DINHEIRO É MEU mas eles que mandammmmRSRS isso parece piuada mas é uma historia triste..porque a conta ta sempre estourada e juros altíssimos do especial e ninguem me ajuda.....ESPERO PROVIDENCIAS URGENTE.

http://www.reclameaqui.com.br/222780/banco-bradesco/bradesco-taxas-mais-que-absivas/

Além de tudo isso tem coisas piores, como a Salete Lemos falou na TV Cultura (e foi demitida por isso, mostrando a "liberdade" dos jornalistas brasileiros):

http://br.youtube.com/watch?v=GA2SaYStc9E

Não querendo generalizar, mas a coisa está muito feia. Quem trabalha direitinho e paga seus impostos, muitas vezes sem saber ou sem poder recorrer (caso de impostos incluídos em produtos), é quem mais sofre.

Quem sabe se muita gente reclamar, mudem de idéia, mas será tarde, já terão perdido vários clientes. Se alguém do Bradesco quiser se manifestar, fique à vontade...

Quanto custa a liberdade de um blogueiro?

Publicado em 17/12/2008 • Web, blog, Opinião, dinheiro10 comentários »

por Marcos Elias

Quanto custa a liberdade? A liberdade não tem preço. Como "blogueiro" há um bom tempo (não mais de 5 ou 4 anos, mas em internet há de se considerar um bom tempo), não há nada como a liberdade. Ter um blog só seu. Postar o que quiser, como quiser, calculando por você mesmo o que vai falar: você é seu chefe no que toca ao blog/site. Claro, sempre arcando com suas responsabilidades.

Para ter um blog "livre" alguns cuidados e escolhas são necessários. A maioria deles você pode aprender na prática: se errar, pode ter pequenas dores de cabeça, mas será possível voltar atrás. A coisa complica se tiver contratos assinados ou de valor legal com outras partes (não considere o clique num botão "Aceito" algo de valor legal, pois nenhuma das duas partes teriam como provar efetivamente o conteúdo do "contrato" na época em que foi aceito; seria sua palavra contra a da outra parte, por maior que seja a corporação).

Antes de tudo, evite serviços gratuitos. Mesmo em hospedagem paga, tenha backup e tal... e toda a coisa técnica (que não cabe falar aqui agora, seria muita repetição). Em outras palavras, tenha o seu blog "com você", aonde você for. Se precisar trocar de empresa por qualquer motivo, certifique-se de que não perderá posts, artigos, imagens, e possivelmente visitantes (incluindo ranking em mecanismos de busca e links em sites externos).

Parcerias com sites: pode ser bom ou não, depende do teor, do tamanho, do tipo de parceria, de vários fatores. Cada caso é um caso. Todavia, fique atento para não se queimar, ao mesmo tempo não force a barra. Geralmente blogueiros menores sofrem por não conseguir parceiros grandes, não insista nem faça SPAM. Em um outro texto comentei sobre um reconhecimento natural, que mais cedo ou mais tarde quem merece acaba conseguindo (a menos que existam várias teorias da conspiração contra).

Entre as parcerias, vale ficar atento às limitações. Alguns sites de médio e grande porte fazem parcerias com portais grandes (ou enooormes, como iG, Terra, UOL, Pop, etc). Essas parcerias são boas? Eu não acho. Geralmente o conteúdo editorial do site pode ficar "vetado", literalmente censurado. Por exemplo, tendo uma barra do UOL no topo do blog, dificilmente deixariam você comentar do preço de domínios no iG Empresas, como fiz neste texto sobre o aumento do dólar refletido nos preços das anuidades dos domínios .com.

Uma barra dessas tira a liberdade, e para muitos visitantes novos passa a idéia de que seu blog "é" do portal, ou que você é funcionário do mesmo. Esse tipo de parceria eu evitaria ao máximo, e se fosse fazer, deveria ter total liberdade editorial declarada, exatamente como antes da parceria, caso contrário... Fora!

Essas barras também podem trazer um outro inconveniente. Como há muitos sites de conteúdo parceiros de portais distintos, é natural que uma hora ou outra você veja algo e queira fazer referência no seu site, mas fique impedido. Por exemplo, supomos que eu tenha a barra do UOL. Com isso não posso linkar uma notícia, por mais útil que seja, no Terra, ou no Ig... Num caso extremo, não poderia linkar nem em um site que não seja do portal, mas num parceiro do portal que tenha a tal barra (ou banners) lá. Liberdade sempre! Essas parcerias com proteção de conteúdo, fidelidade, etc, são altamente prejudiciais para a liberdade de expressão, para o livre manifesto de idéias na rede.

Falando em termos financeiros, uma parceria desse tipo pode ser agradável a curto-médio prazo, mas a longo não acho não. Seu site pode crescer (assim como pode cair), e a parceria pode chegar num ponto que limita o crescimento, impedindo você de atingir algumas áreas. Nessas horas vem o contrato assinado: o que fazer? E se precisar cancelar? Leia bem antes de aceitar algo.

Quem tem parcerias do tipo pode estar até me criticando ao ler isso, dizendo que é bom, que ganha reconhecimento no portal, que atinge pessoas que nunca atingiriam, etc... Não deixa de ser verdade, tem seu lado bom. Em linhas gerais, acho que não compensa para o site, esta é uma visão um tanto quanto pessoal como prática, observando sites com essas parcerias que foram ou são prejudicados - mesmo que não falem nada em público sobre.

Outra coisa a evitar é parceria com empresas de hospedagem, onde fornecem os servidores em troca de publicidade. Em quase todas as parcerias do tipo, você não poderá citar ou linkar outros serviços concorrentes.

Um grande site de idéias fechadas que não pode citar concorrentes seria como a TV Globo: quase todo mundo vê (quando tem algo aproveitável ou mesmo que não seja, mas que faça a cabeça das pessoas), mas todo mundo odeia ou tem algo contra. Humoristas da Globo geralmente não podem ter liberdade de imitar um Sílvio Santos, um Ratinho ou um Sérgio Mallandro por exemplo. Isso não é vida. Antes de tudo, as pessoas foram feitas para viverem!

Pense bem antes de tomar atitudes que possam interferir na sua liberdade, na sua vida, no seu blog. Não se venda por um linkezinho num grande portal em troca da sua liberdade.