Arquivos para: Fevereiro 2009

Carregar anexos no Gmail agora ficou melhor

Publicado em 26/02/2009 • Web, Google, Notícia5 comentários »

por Marcos Elias

Novidade no Gmail :)

Pequenininha, mas bastante comentada há algum tempo: barra de progresso enquanto upa os anexos.

E o melhor não, é só isso: agora pode-se selecionar vários arquivos duma vez, e são postos em fila, usando o flash uploader. A opção pode ser desativada nas configurações.

Ah, cada anexo será salvo numa mensagem separada, podendo ser recuperado caso você descarte a mensagem (indo na lixeira).

Mais no blog do Google System.

Novo beta do Safari 4: "paga pau" do Google Chrome, no Windows

Publicado em 24/02/2009 • Web, beta, Notícia, Apple4 comentários »

por Marcos Elias, publicado no GdH

A Apple lançou um beta público do Safari 4. A mudança mais perceptível na versão para Windows é o visual. Ele ficou com cara de Chrome:

Safari 4

Abas na barra de título, a disposição da barra de endereços, campo de busca e menus, etc. E ainda a Apple se rendeu ao Aero, interface do Windows Vista ou 7. Adeus aquele estilo Mac, cinza e diferente do padrão visual esperado para o Windows.

Internamente há melhorias no desempenho: a Apple diz que o navegador pode ser comparado como sendo 30 vezes mais rápido do que o IE7, no que diz respeito ao motor Javascript. Ele ainda é declarado como sendo 3 vezes mais rápido do que o Firefox, na mesma questão. O carregamento e renderização estão rápidos também.

Assim como boa parte dos navegadores recentes, a Apple vem introduzindo suporte ao HTML 5 e CSS 3, o que melhora a exibição de páginas que eventualmente usem algum código novo. Tanto o HTML 5 como o CSS 3 trazem implementações para um visual mais dinâmico, efeitos com sombras e cantos arredondados, etc - tudo nativamente, sem depender de gambiarras em outras linguagens de scripts ou aplicações que exigem complementos, como o Flash.

O Safari 4 traz algo que lembra o Speedy Dial do Opera, ou as miniaturas da tela de nova aba do Chrome. Os sites "mais acessados" são listados na página inicial, no recurso "Top Sites":

Safari 4

O histórico também passa a guardar mais dados dos sites (título, conteúdo), além de ter uma exibição visual:

Safari 4

Há ainda complementação automática dos endereços visitados; campo de busca com recomendações do Google Suggest (ou lista das últimas buscas do usuário); corretor ortográfico; melhor zoom; suporte a ARIA (recurso de acessibilidade); entre outras coisas.

Particularmente senti falta da suavização 'forçada' que ele tinha das fontes, pois agora usa o renderizador de fontes do Windows (o que deve oferecer um melhor desempenho). Outra coisa que senti falta foi a capacidade de arrastar as abas, para reorganizá-las.

Veja mais no Apple Insider:

http://www.appleinsider.com/articles/09/02/24/apple_releases_public_beta_of_safari_4_browser.html

Lista de recursos:

http://www.apple.com/safari/features.html

Download:

http://www.apple.com/safari/download/

O que vem por aí no SP2 do Vista e Windows Server 2008 (RC para testers lançado)

Publicado em 23/02/2009 • Windows, Windows Vista, Windows Server, beta5 comentários »

por Marcos Elias

O Service Pack 2 do Windows Vista teve um novo build publicado, o RC (build 6002.16670.090130) apenas para alguns testadores (tradução livrérrima de 'testers').

A atualização foi divulgada na semana passada, e é mais nova do que o build anterior (claro! rs), trazendo 691 hotfixes (correções quentes? :O O cara chega na lanchonete e diz "me vê um hot fixe por favor... um não, dos hot fixes").

As melhorias são várias. O SP1 deu uma vida nova ao Vista, eu usei ele por alguns meses antes do SP1 e o que fiz? Voltei para o XP, pois não aguentava tanta lentidão - como na cópia de arquivos. Hoje uso o Vista como padrão (num AMD X2 dual core 2,5 GHz com 3 GB de RAM, 3 HDDs, GeForce 8500 GT 512 MB). Só não digo "e que venha o SP2" porque considero usar o Windows 7, visto que o beta dele está bastante estável (quem sabe até mais estável do que a versão final).

Entre as melhorias relacionadas ao hardware (parte dura, aquilo na informática que você chuta):

  • Suporte formal à CPU de 64-bit da VIA, adicionando as strings de fabricante na identificação.
  • Integração com o Windows Vista Feature Pack for Wireless, que contém suporte a coisas boas para conectividade sem fio, incluindo Bluetooth 2.1 e a configuração facilitada Wi-Fi Windows Connect Now (WCN). O Bluetooth 2.1 é a especificação mais recente do padrão.
  • Melhor suporte para conexões Wi-Fi ao retornar do modo de "dormir", ou espera.
  • Correções que melhoram o desempenho dos leitores de feeds RSS da barra lateral (barra lateral essa que parece que será extinta no Windows 7).
  • Suporte para gravação de discos Blu-Ray (nativamente pelo Windows, visto que existem trocentos programas de terceiros que fazem isso).

Entre as melhorias do sistema operacional (software, parte mole, aquilo que você xinga):

  • Windows Search 4.0, o mecanismo de busca em arquivos do Windows, foi melhorado com mais desempenho, confiabilidade etc e bla bla bla, aumentando a relevância dos resultados (percebo no uso diário que realmente, o buscador de arquivos do Windows Vista é um tanto quanto doido, tem hora que insiste em não achar algumas coisas lógicas; a começar pelo próprio buscador usado no campo de busca do menu Iniciar. Nem sempre reconhece trechos de busca, apenas pelo começo do nome do arquivo). A busca ainda permitirá pré-visualizar documentos, emails, arquivos de música (aqueles MP3 que você baixa no eMule), fotos e outras bugigangas mais. O buscador na sua versão 4.0 também pode ser usado pelo Office Outlook e Office OneNote 2007.
  • Melhorias na proteção de conteúdo de TV, no Windows Media Center (WMC).
  • Aê! Aleluia! O Tio Bill Steve Ballmer ouviu as preces de quem recorria ao nLite ou vLite para modificar a quantidade de conexões TCP permitidas. Uma chave no registro foi adicionada para personalizar o valor. Não sei quantas terá, e espero que seja permitido mudar para mais, não para menos. Isso sempre foi um ponto negativo no Windows (quem sabe continuará sendo, precisa de mais detalhes aí).


Entre as melhorias no mercado empresarial, corporativo, "enterprise" (ainda quero tocar no Vista Enterprise só pra tirar um print screen e fazer uma moral pros amigos, "oh, que mané Ultimate que nada, isso ae é pra bebezinho que mal sabe usar o mouse"):

  • Melhorias (quantas vezes já citei 'melhorias'?) no Hyper-V, ambiente de virtualização do Windows Server 2008, incluindo de graça uma licença no Server 2008 Standard, 4 no Enterprise e ilimitadas no Windows Server 2008 Datacenter. Sim, Server 2008 porque as atualizações do Vista e do s2k8 são unificadas, o Server 2008 foi lançado já com o SP1, trazendo as mesmas coisas do Windows Vista SP1 - claro que voltadas aos servidores, sem recursos "domésticos" ou de escritório.
  • Foram aumentadas as opções para o WebDAV, permitindo aos usuários do Office mais flexibilidade ao autenticar aplicações personalizadas usando o WebDAV (não entendi bulhufas, porque não uso).
  • Opções do gerenciamento de energia poderão ser configuradas ou restringidas também pelas políticas de grupo, "Group Policy" (dá-lhe meu AntiPolicy!). Isso tanto no Server como no Vista.
  • O Server 2008 com SP2 aumenta de 512 para 2048 bytes a chave de licenciamento do Terminal Server, evitando a quebra de compatibilidade com versões antigas. Aplicações de legado da Citrix devem funcionar com o Windows Server 2008 Terminal Server.

Melhorias no instalador, ferramentas de desenvolvimento e no instalador do SP2:

  • Único instalador do SP tanto para o Vista como para o Server 2008 (tá vendo como é unificado :).

  • Oh, inclusão de um recurso para detectar possíveis drivers incompatíveis e barrar a instalação do SP2, ou pelo menos avisar que se instalar assim mesmo algo mal poderá ocorrer (como uma tela azul).
  • Há melhorias (novamente, rs) no gerenciamento de erros e mensagens mais descritivas (talvez nem detalhadas, mas mais fáceis de entender), quando possível.
  • Melhorias no sistema de log de eventos.
  • Provê uma experiência de instalação segura (ninguém vai roubar seu note enquanto você senta e relaxa e goza enquanto instala o SP2 na Praça da Sé* à meia noite).

Mais no site ArsTechnica (em inglês, e se for usar o Google Translate, copie o texto; não sei porque não funciona com o ArsTechnica; ah, sei sim porque: o Translate não entende a "extensão" .ars. Basta colocar uma barra no final / que funciona, pelo menos nesse caso :P; ah é oh, não traduz não, fica faltando o texto principal, o layout do ArsTechnica é estranho... tsc tsc)

* Praça da Sé é o centro de São Paulo, onde fica o "marco zero", geralmente muito movimentada mas também lotada de pedintes, mendigos, moradores de ruas e, porque não citar, trombadinhas.

Atualização em 04/03/09@20:20: Ele foi liberado para quem quiser agora, sem precisar ser cadastrado na MSDN ou TechNet. Mas só instale se quiser: é RC, Release Candidate, não versão final. Veja mais no GdH.

O Tripod não morreu

Publicado em 21/02/2009 • Outros, Web, Notícia24 comentários »

Atualização: Nos comentários foi levantada uma questão importante: parece que há um bloqueio aos sites hospedados no Tripod! Isso no Estado de São Paulo, nas conexões da Telefonica. O fato é que tais sites não podem ser acessados com conexão da Telefonica, mas são acessados normalmente em outros estados ou com outros ISPs!

por Marcos Elias

Ae, o TRIPOD não morreu. Eu demoro eras pra ver um email do Yahoo que tenho antigo, e é lá que recebo mensagens de sites que me cadastrei há muito tempo. Recentemente vi que o Tripod, da Telefônica, fecharia as portas. Telefônica, Lycos, Terra, parece ser tudo a mesma coisa, ou pelo menos têm sócios grandes em comum.

O Tripod, formalmente da Lycos, fecharia seu serviço de hospedagem gratuita. Angelfire, Tripod, Geocities: uma era... Ah que nostalgia!

Comecei na web em 2002/2003, mas ainda muitos usavam esses serviços. Se colocar um brazuca no meio, pode pôr o hpG.

Recebi um anúncio mais recente do Tripod falando que as contas não seriam canceladas: vão trocar de empresa gestora (devem ter vendido), e o serviço vai continuar. Ufa. Para quem usa, porque não uso mais, né.

A mensagem:

"Estimado usuario:

Nos alegra el comunicarte que el servicio de Tripod continuará funcionando y por lo tanto, nuestra comunicación anterior deja de ser valida.

Tripod, con sus aproximadamente 6 millones de usuarios, fue rescatado en el ultimo minuto, así que la batalla por mantener este servicio funcionando ha sido un éxito.

Su página en TRIPOD continuará disponible después del 15/02/2009

En el 16/02/2009, un nuevo proveedor se hará cargo de TRIPOD y continuara el servicio. Para ti como usuario, esto básicamente significa que tu pagina TRIPOD esta a salvo y que continua gratuita.

También deseamos muy pronto el ofrecerte nuevas mejoras y funcionalidades en TRIPOD y Multimania.

El servicio será trasladado a otro centro de datos, así que algunas interrupciones pueden ser suceder. Por lo cual, te pedimos un poco de paciencia y cooperación mientras esto ocurre.

También puede darse el caso que no puedas utilizar la URL usuarios.lycos.es, pero sin embargo usuarios.multimania.es. Si este es el caso, nosotros el equipo de TRIPOD haremos lo posible por re-indexar tu pagina con Google tan rápido como sea posible.

Atentamente,
Tu equipo TRIPOD

Fico triste quando vejo projetos muito antigos batendo as botas. O Tripod era referência, com seus acho que 20 megas na época. Nem sei como está hoje, mas usei essa solução de hospedagem gratuita por muito tempo ("muito" tempo que digo foram uns 2, 3 anos).

Nunca trataram bem o tripod.com.br (uma vez parece que não pagaram o domínio, o mesmo ficou congelado e todos os sites fora do ar por isso). Entre pelo www.tripod.com ou www.tripod.lycos.com.

Depois que mudaram todas as contas pro .com, tiraram muita coisa legal que tinha, incluindo um assistente de criação que gerava páginas mil vezes melhores e mais dinâmicas do que aquelas do hpG.

Achei vários sites no Google comentando o assunto, linkando um que colocou os comunicados:

Cancelación de tu cuenta Tripod y de la página web Tripod gratuita

Deixe a tela do Gmail com as suas cores preferidas

Publicado em 20/02/2009 • Web, GooglePostar comentário »

por Marcos Elias

O Gmail tem suporte a temas, recurso não mto antigo nele. Agora adicionaram uma opção melhor: a personalização das cores.

Para isso pode-se ir nas Configurações, aba Temas, item Escolha as suas cores.

No Gmail do Google Apps, que eu uso, não tem a opção ainda - uso o email personalizado do Apps, não um Gmail comum na maior parte do tempo.

Dá para usar suas cores preferidas, para fundo, texto e links.

Um dos serviços de e-mail mais antigos que lembro que tinha opções de cores (mas predefinidas) era o do Yahoo.

Vi inicialmente num post do Julio no GdH