Como eliminar rastros de programas que já foram desinstalados?

Publicado em 28/05/2007 • Outros10 comentários »

por Marcos Elias

Não dá para limpar 100% para muitos programas que possuem desinstaladores incompetentes. Já começo com esta frase, mas não se assuste rsrsrs...

Conforme o instala/desinstala programa, o Windows vai ficando muitas vezes cheio de lixo, restos de arquivos e entradas no registro que não são mais usadas. Isso acaba afetando o desempenho do computador, tanto por ocupar espaço (mesmo que seja pouco), como por deixar o HD e os dados do registro mais fragmentados, cheio de porcarias nunca utilizadas misturadas com coisas úteis. Não estou falando de arquivos temporários, até porque já comentei disso aqui no Explorando. Estou falando de programas que um dia você instalou, e por qualquer motivo, precisou remover.

Programas com desinstaladores competentes normalmente não causam problemas. Você instalou, usou, removeu e tudo está ok. Ao desinstalar, o programa é removido por completo. Um instalador competente não depende apenas dos desenvolvedores do instalador (digo isso porque desenvolvo o Mep Installer). Depende do produtor do programa tê-lo configurado corretamente.

Infelizmente, a realidade é esta: muitos programas, ao serem desinstalados, não limpam seus dados de configuração do registro e arquivos. Quando os arquivos estão na pasta Arquivos de programas, beleza, é só ir lá e deletar a pasta do programa já removido. Mas muitos guardam arquivos específicos em pastas do sistema, como a do Windows e a system32. Sair nessas pastas manualmente procurando os arquivos não é uma boa idéia, pois quase nunca você saberá se o arquivo é do Windows, de um outro programa que está instalado ou se realmente pode ser apagado... No caso dos arquivos, se você instala e desinstala comumente muitos programas (como joguinhos, aqueles que vêm com revistas de info, que você instala e odeia a maioria, ou para quem vive em sites de downloads só para testar coisas...), é bom então partir para uma solução mais radical: formatar a unidade C e reinstalar o Windows de tempos em tempos. Se você for um usuário mais avançado, pode criar uma imagem dela em DVD e restaurar com pouco trabalho, em menos tempo.

Para os "normais", que não instalam e desinstalam "taaantos" programas assim, a reinstalação do Windows de tempos em tempos pode ser feita de tempos em tempos maiores, como de dois em dois anos ou mais. Para remover entradas recentes do registro, uma saída rápida é usar a restauração do sistema, do Windows Me/XP entre outros. Mas ela não é recomendada por usuários avançados, pois deixa o sistema mais lento, ocupa mais espaço e muitas vezes você precisa e ela não faz o que você esperava. Por exemplo, ela não remove arquivos, ou seja, o lixo no HD continuará do mesmo jeito, além de só ser útil para coisas instaladas recentemente.

Depois de desinstalar um programa, especialmente programas grandes ou que usem diversas DLLs/OCXs compartilhados, é bom passar limpadores de registro. Eu recomendo dois, que inclusive fazem parte da coletânea de programas do "CD Explorando vol. 1": CCleaner e RegCleaner. Ambos são gratuitos e já foram comentados aqui:

CCleaner, limpador de temporários e registro:
http://www.explorando.viamep.com/2006/09/limpe-todos-os-temporrios-histricos.html

RegCleaner, limpador avançado do registro:
http://www.explorando.viamep.com/2006/05/dica-de-software-regcleaner-limpador.html
Ah sim... As novas versões do RegCleaner parece que são pagas! Mas a gratuita que tenho está disponível para download no hotsite do Explorando, clique em "Downloads" no menu superior e é só baixar.

É essencial usar programas como esses. O Windows não possui uma ferramenta embutida para limpar dados inúteis do registro. E a limpeza manual é humanamente impossível. Por quê? Porque o registro do Windows possui diversas seções, e muitos programas gravam dados em várias delas, muitas vezes usando referências que não fazem juz necessariamente ao nome do programa. Para limpar manualmente você deveria percorrer cada uma dessas seções. Ao encontrar uma referência a um nome de arquivo, você deveria procurar nas pastas do HD no local indicado, se esse arquivo realmente existe. Se existe, então não mexa, muito provavelmente é de um programa que está instalado. Se não existe, então normalmente você pode sim remover a chave do registro que o referencia. Fácil? Não é não: existem muuuuuitas referências a muuuuuitos arquivos, você ficaria eras procurando cada um. Simplesmente não usaria o computador, se tornaria um "escravo de limpeza". O que os programas fazem é aproveitar a "burrice" dos computadores, eles não se importam de fazer a mesma coisa várias vezes, nem de ficar fazendo tarefas repetidas. E de quebra, muitas vezes - quase sempre - são muito, muuuuuito mais rápidos que os pobres e mortais humanos. O que você levaria mais de um ano para fazer, esses programas fazem em poucos minutos. Eu disse "mais de um ano" porque simplesmente você não limparia o tempo todo, 24 horas por dia; você iria parar, se cansar, acabaria mandado o registro àquele lugar e ia querer também jogar bola, namorar e ir pra balada. Então colabore com o PC e use programas como estes; existem outros, eu cito estes dois porque são os que pessoalmente uso e recomendo.

Para fazer uma limpeza no registro... Com o CCleaner, clique em "Erros" e então em "Procurar erros". Espere ele terminar a busca, depois clique no botão "Corrigir erros selecionados". Ele poderá perguntar se você quer fazer backup, normalmente não precisa, porque a pesquisa do CCleaner é muito eficiente. Aí ele exibe uma telinha onde lista todos os erros encontrados, e ainda dá uma explicação sobre cada um deles. Você pode ir lendo um por um e decidindo se remove a entrada do registro ou não, mas é mais prático clicar em "Corrigir todos os erros selecionados". Veja:




O RegCleaner faz uma pesquisa aprofundada, além de possuir outras seções para quem entende o que estará fazendo. Ele é mais específico para o registro, afinal o CCleaner possui como função principal, limpar temporários e histórico (de diveeersos programas, não só do Windows e IE). Existem muitas coisas que são limpas no registro pelo RegCleaner que o CCleaner nem verifica, e o contrário também, de forma que eles se complementam. Existem vários programadores no mundo que usam o nome "RegCleaner", o programa que eu uso e estou recomendando é o do Jouni Vuorio. Para fazer a limpeza, clique em "Ferramentas > Limpeza do registro > Executar todos". Quando a pesquisa for concluída, selecione todos os itens (CTRL + A) e clique em "Remover selecionado". Cuidado: faça isso apenas na tela de resultados da limpeza, não nas outras seções! Veja:



Finalizando... Você pode baixar estes programas nos sites dos produtores:

CCleaner:
www.ccleaner.com

RegCleaner:
www.jv16.org

Assim você se vê mais livre, deixando o registro do Windows mais limpo. É claro que estes programas não fazem tudo, pois alguns programs gravam dados em alguns locais escondidos e não comuns, por exemplo, chaves do registro que não tem nada a ver com o programa. Isso é comum com softwares demo, pois findado o período de avaliação, normalmente você nunca mais consegue usá-los, nem desinstalando e limpando o registro, e a seguir instalando novamente (a menos que encontre o ponto certo a ser limpo, o que obviamente variará de programa para programa, ou então use uma outra instalação do Windows).

Em se tratando de limpeza do registro, é bom ficar atento a duas coisas:

1. A chave HKEY_CURRENT_USER é pessoal. Ela guarda normalmente as configurações dos programas (preferências do usuário). Sendo assim, ao desinstalar um programa, é bom passar o limpador de registro para todas as contas de usuário, fazendo logon com cada uma delas e mandando fazer a verificação. Isso para cada usuário que usava aquele programa, pois normalmente, os programas criam as entradas no registro na primeira inicialização deles.

2. Usuários limitados não podem alterar nada significante sob as chaves HKEY_LOCAL_MACHINE, HKEY_CLASSES_ROOT, etc. Estas chaves armazenam configurações importantes da máquina e do sistema, por isso as contas limitadas não podem alterar ou remover a maioria dos dados nelas presentes. É necessário passar os limpadores de registro como administrador, se você quiser uma limpeza mais completa. Rodar um limpador de registro como usuário limitado faz com que os erros sejam limpos apenas no perfil do usuário atual. Rodá-lo como administrador permite remover também as coisas inúteis das chaves onde os usuários restritos não têm acesso, mas ainda assim, isso não limpará os dados das chaves dos perfis dos outros usuários.

Se você quer testar muitos programas, o ideal é fazer isso numa máquina virtual (procure por "VMware" aqui na busca do site, ou entre em http://kemula.mepsites.cjb.net) ou então numa instalação à parte do Windows. Você pode manter dual boot, por exemplo, com duas instalações do Windows XP (para quem não sabe, abordo o dual boot no meu livro Dicas e Segredos do Windows). No seu sistema de uso diário, é bom instalar apenas o que você usa realmente. Mas é óbvio que também não precisa cair na paranóia; instalar e remover uma meia dúzia de programinhas não vai deixar necessariamente o computador mais lento. Isso vai ocorrendo a médio-longo prazo.

Veja também um artigo maior meu, comentando melhor a limpeza de arquivos temporários e dados inúteis que os programas geram no Windows, publicado no Guia do Hardware:
http://www.guiadohardware.net/artigos/limpando-temporarios-windows
Você pode estar desperdiçando sem saber, gigas e mais gigas do seu HD!

Boa sorte! E boa limpeza no PC, claro. (Mas ainda assim, nada como uma formatação de tempos em tempos!)


MAIS DICAS E TUTORIAIS!
Acesse as dicas mais recentes no Explorando.com.br :).


Dicas de inglês



Aviso: Os comentários são postados pelos visitantes do site, e não expressam a opinião da produção. Eventuais comentários indesejados, ofensivos ou que firam nossas políticas ou interesses de alguma forma poderão ser removidos sem aviso prévio. Ao comentar, seu IP ser[a gravado em log, assim como em praticamente todo blog. Evite comentários inúteis.
COMENTÁRIOS DESATIVADOS: A partir de abril de 2011 os comentários nesta seção antiga do site foram desativados, porque estava vindo muito SPAM automático. Para dúvidas ou novos comentários sobre algo que você não entendeu, poste no fórum que tanto a equipe como outros visitantes poderão lhe ajudar.

10 comentários

Comentário de: Alexandre [Visitante]
Olá, parabéns pelo blog ele é fantástico e tem me ajudado muito no meu trabalho. Uma dúvida, tem certeza que este Regcleaner ainda é gratuito? Entrei no link que vc deixou e lá só encontrei softwares pagos, tem uma alternativa para este software? Obrigado.
28.05.07 @ 17:40
Comentário de: Marquinhos [Visitante]
Ah sim... As novas versões do RegCleaner parece que são pagas! Mas a gratuita que tenho está disponível para download no hotsite do Explorando, clique em "Downloads" no menu superior e é só baixar.

Eu já ia falar disso e vi o comentário! rs
28.05.07 @ 17:45
Comentário de: Anonymous [Visitante]
nao sei se já foi falado antes , mas gostaria de saber mais sobre a criação de uma "imagem", creio q seja a imagem da pasta do sistema do windows, em dvd ! e como restaura-lá!
28.05.07 @ 23:52
Comentário de: bruno [Visitante]
gente esto com medo de usar o
regclenear pois coloquei ele pra
roda e apareceu muitos
HIKEY-CLASSES-ROOT,ISSO NÃO É CHAVE so novo nessa arrea e tenho medo de prosseguir.
pois no tuturial dis pra apagar tudo.esto com medo,
30.05.07 @ 18:47
Comentário de: Marquinhos [Visitante]
Não, até hoje (maio de 2007) não foi comentado aqui ainda sobre criação de imagens do HD... Na verdade vai além da pasta do Windows, pegando a unidade C: inteira, e restaurando tudo, é possível redefinir até a tabela de particionamento, o que também é muito útil para instalar o sistema em muitos computadores iguais. Não domino isso porque particularmente nunca fiz, é possível fazer usando diversas distribuições Linux mesmo rodando do CD (desde que se tenha onde salvar a imagem, que não será pequena). Quando eu encontrar ou fazer algo significativo coloco um tutorial aqui sim :)
02.06.07 @ 17:41
Comentário de: Marquinhos [Visitante]
qto ao de apagar ou não, em duvida...

às vezes podem ser classes e associações a tipos de arquivos ou conteúdo mime que já foram removidos os programas... mas se vc não se sente seguro, é melhor deixar.



Todavia há a seção de backups, do RegCleaner, de onde vc pode restaurar as chaves se algo de errado.



Não apague td, como falei no texto, só os resultados, que aparecem depois da pesquisa de limpeza. Se vc abrir o RegCleaner e já sair apagando, ou as outras seções, aí sim poderá estar apagando sem saber diversas configurações úteis e ainda usadas.
02.06.07 @ 17:42
Comentário de: Julio [Visitante] Email
Parabéns este blog é muito bom. Preciso eliminar definitivamente indícios e registros de um programa instalado em meus dois computarores com windows originais um 98 outro xp, já troquei os hds . Preciso trocar alguma outra peça?
25.05.08 @ 13:30
Comentário de: Marcos Elias [Membro] Email · http://www.explorando.com.br
Vlw Julio :)

Não, só os HDs bastam sim. Nenhum outro componente guarda os dados "para sempre", a memória RAM é volátil, e no CMOS (onde fica o BIOS) não teria dados do usuário.
28.05.08 @ 00:33
Comentário de: francisco costa sobrinho [Visitante] Email
gostaria de usar este produto por lgus dias
27.11.08 @ 14:05
Comentário de: Teoaldo [Visitante]
Espero q você possa me ajudar, eu instalei yodm3d mas depois quis excluir só para minha surpresa ele fica ali rodapé perto do relógio para sair dele tenho q apertar com botão esquerdo para ele sair mas ñ quero nais fazer isso tem como eu excluir definitivamente mas como. Se voê poder me ajudar eu agradeceria muito. obrigado
17.07.10 @ 23:15